Como Acordar Bem-Disposto(a)?

Antes de começar este artigo, preciso contar que eu sou, a meu ver, uma das piores pessoas do planeta para acordar cedo.

Eu tenho uma dificuldade gigantesca para conseguir levantar com o primeiro toque do celular.

Tenho essa dificuldade desde sempre.

Eu lembro e, por favor, não conte para ninguém, eu dormia com o uniforme da escola para conseguir levantar mais rápido e mesmo assim dava um trabalho enorme para minha mamãe.

Lembro que mesmo no colegial, minha mãe me ajudou a colocar o tênis lá pelas 6:20 da manhã, pois o ônibus passava no ponto às 6:30 e eu estava atrasado e com muito sono.

Desde o relógio de ponteiros com um alarme que a gente precisava dar corda, passando pelos relógios digitais com alarme que tinham a opção de tocar um BUZZ ou uma música da rádio, depois para os alarmes nos aparelhos de som que tocavam a música de algum CD (que você programava, e eu deixava bandas punk como NOFX, PENNYWISE, HUSKER DU, etc.) para acordar mais rápido, até hoje com o celular.

Meu comportamento comum no momento de despertar, independente se era minha mãe falando ou o snooze/soneca dos aparelhos eletrônicos, é ficar na cama mais 5 minutinhos.

Mais 5 minutinhos é a grande questão, pois no meu caso eles acabam virando 25 e eu saio de casa em cima da hora, correndo.

Desde então, eu venho tentando algumas técnicas para poder estar mais disposto e garanto que quando comecei a fazer os passos abaixo, minha vida mudou, pois mudei a maneira como me disponho para meu dia.

Aqui vão elas:

Primeira Dica: que horas você vai dormir?

Essa parece uma coisa muito óbvia, mas não era para mim.

Por falta de autoconhecimento e atenção ao meu corpo e à maneira que eu descanso, ou melhor, quanto tempo eu preciso para descansar.

Assim sendo, a primeira dica é, como minha mãe tentava me ensinar: VAI PRA CAMA.

Lembro agora que eu gostava de assistir Jô Soares 11:30, no SBT, antes de dormir.

Ao lembrar disso, eu percebi que aí estava, e está, minha maior dificuldade, ou seja, a hora de dormir.

Outro dia, enquanto fazia mais pesquisas, pois estava cansado de sair de casa atrasado, encontrei um vídeo do Erico Rocha.

Ele estava dizendo que para acordar cedo deveríamos aproveitar que geralmente dormimos perto do celular para abrir um vídeo motivacional, pois além de uma mensagem positiva para o dia, fazemos uso da luz do celular que “engana” nosso cérebro que acredita que se existe luminosidade, existe sol e assim nosso cérebro manda mensagem para todo nosso corpo de que é hora de despertar.

Eu gostei dessa dica, mas abaixo vou explicar porque ela não funcionou comigo.

O que funcionou foi a percepção de que se pela manhã, ao usar o celular, sua luz manda mensagem para nosso sistema que podemos despertar, à noite a luz do celular e da televisão fazem a mesma coisa, não é mesmo?

Assim sendo, coloquei uma regra aqui em casa: Celular não entra na cama.

Ainda não cheguei ao ponto de tirar a televisão do quarto, pois gosto de assistir a filmes preguiçosos aos domingos.

Todavia, hora de dormir é hora de dormir.

No meu caso, eu preciso entre sete e oito horas de sono.

Isso significa que faço minhas contas do horário e vou para a cama sem o celular e tendo desligado a televisão pelo menos meia hora antes do meu horário de dormir.

Evito assim, que a luminosidade deixe meu sistema alerta e eu consiga dormir mais rápido, dormindo a quantidade de horas de que preciso.

Descubra quantas horas você precisa dormir e deixe aparelhos luminosos longe de você.

Essa dica é a primeira, pois é a mais valiosa.

Ela é extremamente simples, ou seja, é muito poderosa e já vai mudar sua rotina.

Segunda Dica: deixe o celular longe da cama

Minha tendência era levar o celular para cama cometendo o “erro” de deixar meu sistema desperto com a luminosidade e, o que era pior, sempre existia mais uma mensagem no Whatsapp, mais um vídeo no Youtube, mais uma descidinha no Facebook e no Instagram.

Ouvi outro dia que as mídias sociais consultam os profissionais de Las Vegas responsáveis pelos caça-níqueis para usar a mesma estratégia.

Em Las Vegas, a disposição de cores e de imagens faz com que os clientes puxem mais uma vez a alavanca e mais uma e mais uma.

E nas mídias sociais, as técnicas garantem que puxemos a linha do tempo e feeds mais uma vez e mais uma.

Ao abrir o celular, seu cérebro entender a luminosidade é uma estratégia baseada naquilo que de mais atualizado existe em relação a neurociência, para que você não feche nenhum aplicativo e fique mais um pouquinho.

Assim sendo, ao deitar, eu me pegava pelo menos mais 30 minutos mexendo no celular.

A segunda dica é essa: desligue a televisão e deixe o celular bem longe da cama, essa dica também faz parte da terceira.

Terceira Dica: deixe o celular longe da cama – Parte II

Ao deixar o celular longe da cama, você tem o benefício da primeira dica, pois dorme mais cedo, tem mais tempo para descansar e também é “obrigado” a levantar para desligá-lo quando o alarme toca de manhã.

A dica do Erico Rocha acima funciona, pois a luminosidade desperta você.

Porém, advinha o que acontecia comigo quando eu abria o celular ainda na cama?

Eu caia nas técnicas de neurociência mencionadas na segunda dica e ficava “preso” ao celular descendo mais uma vez na timeline e quando percebia, eu estava atrasado mais uma vez.

A dica se desenvolveu a partir da do Erico Rocha, pois mesmo se eu levantasse e pegasse o celular para assistir a um vídeo motivacional, eu voltava para cama enquanto o Youtube abria.

A terceira dica é como minha mãe dizia:

Pare de enrolar e levanta logo!

É como tirar um Band-aid, vai de uma vez que dói menos (risos).

Quarta Dica: Tenha um ritual matinal

Essa dica veio a partir desse vídeo do America´s Got Talent.

A cantora desse vídeo recebeu o passe para não precisar passar por nenhuma fase eliminatória chegando diretamente a semifinal do programa.

Percebi que ela recebeu muitos elogios e recebeu uma chuva de folhas de ouro.

Eu lembrei que o ouro é o arquétipo da valorização.

Arquétipos são um estudo muito profundo e recomendo esse site abaixo, mas, como não sou nenhum especialista, compartilho que o ouro significa a valorização.

www.aartedeamadurecer.com.br/

Ao olharmos alguém ou algo que tenha algum objeto que remeta ao ouro, nosso inconsciente entende automaticamente um alto valor ligado a essa pessoa ou objeto.

Refleti sobre esse arquétipo e realmente percebo que eu faço essa ligação direta.

Relógios banhados a ouro, mesmo que sejam falsos, nós temos pelo menos a percepção de que podem valer muito, assim como anéis, colares, canetas, etc.

Tudo que lembra ouro manda mensagem para nosso cérebro de que vale muito.

Então eu pensei, o que aconteceria se eu recebesse uma chuva de folhas de ouro assim como a Caly do vídeo e então a ficha caiu e, como sempre digo: “fichaskaen”.

Se eu imaginar essas folhas de ouro caindo sobre mim, e afirmar que eu tenho muito valor o que pode acontecer?

Resultado: toda manhã sou tomado por uma sensação de que eu tenho muito valor para a vida na Terra.

Que se eu estou vivo ainda, é porque eu tenho muito valor e sou extremamente importante para a vida, para a Terra, para minha família, para meus amigos, para meus parceiros, etc.

Meu ritual é lembrar que EU SOU Luiz Brites, que sou banhado de ouro todas as manhãs, pois eu tenho muito valor para a vida.

Esses são os passos que venho usando e que vêm funcionando para mim.

Se você tiver alguma outra dica, escreva aqui abaixo nos comentários, pois ela pode ser ouro para mim ou para outra pessoa que leia esse texto.

Você é ouro e é muito importante para a vida.