Como Serão Os (Des)Empregos do Futuro?

Faz algum tempo que eu fiz uma formação em Constelação Familiar com enfoque em profissões, carreiras e talentos.

Nesta formação tive muitos aprendizados pessoais.

Tive muitas oportunidades para olhar para muitos processos relacionados a como o que eu faço como atividade remunerada está diretamente ligado ao meu relacionamento com meus pais.

Esta história e os movimentos de Constelação aprendidos, fazem parte do treinamento Ikigai que voltará em março de 2018.

Outra informação que foi compartilhada e que pode ser chocante para você é a existência de um banco da miséria.

O banco da miséria é, como o próprio nome diz, um banco que levanta recursos para suprir as milhares de pessoas que ficarão desempregadas nos próximos anos.

Pessoas ficarão desempregadas, pois serão substituídas por máquinas.

Minha professora comentou que hoje é possível que restaurantes fast food operem a plena capacidade com apenas um funcionário.

Isto significa que existe tecnologia disponível hoje para que não haja nenhum contato humano dentro do McDonald’s, por exemplo.

Quem gosta de McDonald’s poderia entrar em uma loja, usar o menu em um tablet qualquer, fazer o pedido, pagar e aguardar no final de algo semelhante a uma linha de produção para pega-lo.

Esta única pessoa por loja estaria presente para manutenção, para reiniciar algum sistema e dar suporte aos clientes em caso de algum problema.

Isto parece coisa do futuro para você?

Algo do desenho dos Jetsons?

Garanto a você que não é.

A necessidade de suporte fornecido pelo banco de miséria seria imediata, porém os fundos não estão crescendo.

Previsões alarmantes indicam que até 2020, 70% dos postos atuais serão substituídos.

O que sobraria são posições e postos nos quais o relacionamento interpessoal é necessário.

Aqui na França eu já presencio essa verdade.

Já existem esses tablets nas lojas.

Basta entrar, escolher seu pedido e retirar no balcão.

Postos de gasolina sem lojas de conveniência não têm ninguém trabalhando.

Você coloca o cartão de crédito para liberar a bomba e quando você termina de abastecer, é feito o lançamento do valor em seu cartão.

markus-spiske-611

Pedágios também não têm ninguém trabalhando, ou você tem a tecnologia “sem parar” ou você coloca o cartão de crédito, moedas, ou dinheiro em papel em compartimentos em cada cancela.

Assim sendo, a previsão para essas ocupações e para as pessoas que ganham a vida em estabelecimentos similares, é que estão com os dias contatos.

Quanto mais técnica é a função, menos vagas existirão.

E isto para todos os níveis.

Mesmo em compras, área em que atuo, pedidos são lançados automaticamente no sistema ao existir a necessidade do material, e “apenas a negociação comercial“ é feita entre pessoas.

Digo negociação, pois realmente acredito, e o banco de miséria também, que o mercado de trabalho estará relacionado a relacionamentos relacionais.

TRRR.

Essa sigla é algo que eu criei para expressar que apenas teremos Trabalhos Relacionados a Relacionamentos Relacionais: TRRR.

rawpixel-com-351766

E o que fazer?

Como se preparar para essa nova fase?

A resposta é:

Não se prepare.

Ou melhor, a resposta é:

Você já está pronto.

Apenas volte para casa.

picseli-13577

As Constelações Familiares nos ensinam que todo relacionamento que temos com o mundo lá fora é um retrato do nosso relacionamento interno e com nossos pais.

Assim sendo, sua casa é a chave.

A maneira que você se trata e a maneira que você trata seus pais em seu coração é refletida em todos os seus relacionamentos.

Ou ainda um pouco melhor:

A maneira que você trata os outros demonstra quanto você já está pronto para o novo mercado de trabalho.

Caso exista algo a ser melhorado, a resposta está dentro de você.

Observe-se.

Observe a reação das pessoas como sendo um norte, uma bússola para a sua vida.

Eu realmente acredito nas Constelações como sendo este caminho e por isso criei um Curso EAD com o que aprendi.

O curso foi criado como um grande passo para que você possa voltar para sua casa, para você mesmo, para aqueles que lhe deram a vida.

Reconhecer e honrar nossos pais é aprimorar nosso diálogo interno que via de regra, está sempre em conflito.

Digo isso, pois ou eu me percebo brigando comigo mesmo, ou brigando com alguma outra pessoa, e em alguns momentos consigo ter a clareza de perceber que se trata apenas de uma grande ilusão.

Aproveito para honrar meus pais e garanto a você que minha vida profissional e pessoal mudaram.

Não quero soar como um vendedor de cursos online, o que trago é uma possibilidade e também aprendi nas Constelações que é necessário existir energia de troca.

curso é o que ofereço, fazendo minha parte em disponibilizar algo.

Caso não faça sentido para você o que ofereço, eu entendo ser extremamente importante você encontrar o seu caminho de volta para casa.

E, terminando o texto com o tom de provocação motivado por amor, faça-o antes que alguma máquina, ou alguém que genuinamente se relaciona sem “pitis”, ocupe o seu lugar.

Cada vez mais não seremos profissionais, seremos seres humanos oferecendo e recebendo algo, entrando assim em equilíbrio com a vida e nos desenvolvendo.

A pessoa que eu sou é mais importante do que a profissão que eu tenho. – Elis Regina