Não Conte Seus Sonhos Para Ninguém

O texto desta semana é algo que eu sempre pensei, sempre soube, mas nunca de fato consegui aplicar a lição.

Digo lição, pois o fato de não contarmos nossos sonhos, projetos, ideias, planos, etc. para ninguém também faz parte de uma das 7 Leis Universais do Sucesso do Deepak Chopra.

Deepak Chopra, em seu best-seller, traz 7 leis que “devemos” seguir para termos a sensação de crescimento e conquista de objetivos.

Por sinal essa é a definição que Deepak traz como sendo sucesso: Crescimento e conquistas de nossos objetivos.

Se você ainda não leu, não se sinta mal.

Eu também não (risos).

Na verdade, eu li uma versão pocket que custa 14 reais e pode ser comprada online e encontrei na applestore o áudio com comentários do próprio Deepak sobre sua obra.

De qualquer maneira eu recomendo tal leitura, o essencial para o sucesso, assim como para tudo na vida, é simples.

Frase inspirada em Bert Hellinger.

Uma das leis universais do sucesso é a lei da intenção e do desejo.

Deepak Chopra recomenda que tenhamos uma lista de nossos objetivos.

Tal lista deve ser carregada conosco todo o tempo.

Eu fiz um papelzinho do tamanho de minha carteira de motorista e carrego em minha carteira.

Eu sigo essa dica.

Deepak também recomenda 30 minutos de meditação pela manhã e 30 minutos de meditação à noite,e antes de começarmos a meditar apenas ler a lista, não ficar pensando sobre ela durante o dia, ele recomenda apenas lermos a lista antes de meditar e permitir que o Universo cuide dos detalhes para que o que está nela aconteça.

Ele diz que é como se fosse uma semente plantada em nosso solo fértil que estamos cultivando enquanto meditamos e a única consequência natural é a de que os desejos se realizem.

Essa dica eu já não sigo à risca já que depois de ter participado do Cosmic Power com a Sophie Hellinger em Dezembro do ano Passado, fomos instruídos a praticar a meditação Cosmic Power apenas.

Cosmic Power é algo muito profundo e vou me limitar a escrever apenas essa parágrafo.

Caso queira maiores informações eu recomendo, realmente recomendo, acompanhar o site que acabou de ser inaugurado. (https://cosmicpower.de/pt/)

Dessa maneira, essa dica de carregar a lista e entrarmos em contato com ela durante o dia é seguida por mim e minhas meditações diárias seguem os ensinamentos de Sophie Hellinger e, se esse texto fez sentido para você até aqui, você irá encontrar a melhor forma de entrar em contato com a lista de seus sonhos, até porque, como diria Stephen Covey:

Quem sai de casa sem saber o que quer, qualquer coisa serve.

Nem eu, nem você queremos que qualquer coisa sirva como nossos desejos e intenções para nossa vida e ao escrevermos damos o primeiro passo para se tornar realidade.

Continuando.

Conforme Deepak diz, precisamos ter nossa lista e abrir mão do resultado.

Plantamos a semente e deixamos o tempo agir.

Outra dica que ele nos dá e, por isso que demorei tanto para escrever esse texto, é:

NUNCA CONTE PARA NINGUÉM SEUS SONHOS.

Como eu disse anteriormente, essa parte da dica meio que me persegue e eu acabei me esquivando de comentar sobre o assunto por ainda não ter uma compreensão tão clara de como é possível isso acontecer, e minha querida amiga Marcela Zaidan do Blog – O Meu Indizível, o qual também recomendo, passou-me inbox no Facebook a pergunta sobre esse assunto e pedindo para eu gravar um vídeo e escrever um texto sobre o que eu entendo sobre a força ou a perda de força que reflete em nossos sonhos quando contamos para alguém.

Vinha me esquivando, pois eu já havia entendido essa força em minha vida.

Inclusive em um episódio tragicômico que aconteceu comigo.

Minha viagem ao Egito que parou em Guarulhos.

Isso mesmo, no carnaval de 2016, comprei um pacote para ir ao Egito com outros 42 colegas de sala de uma formação que eu fazia e, quando chegamos ao aeroporto descobrimos que era uma agência falsa.

Adivinha a primeira coisa que veio a minha cabeça como o “porquê” disso ter acontecido enquanto eu estava em um processo de negação?

Ouvi uma voz em minha cabeça:

Tá vendo, você não deveria ter contado para todo mundo.

Desde esse episódio eu vinha mais recluso e discreto para contar meus sonhos e desejos para qualquer pessoa e também seguia, e sigo, outra dica do Deepak:

Conte seus sonhos apenas para pessoas que tem sonhos parecidos com os seus.

A opinião, a energia, as dúvidas daqueles que não estão nas mesmas intenções que você pode influenciar a qualidade do solo onde as sementes de seus desejos e sonhos foram plantadas.

O que eu não entendia é que se Deus está no controle de tudo por que apenas contar um sonho para alguém pode afetar a qualidade do solo.

A resposta, hoje entendo que é simples.

Pois nós costumamos acreditar na história dos outros e nas dúvidas dos outros mais facilmente do que na realização de nossos sonhos.

A voz do outro também existe dentro de mim e ao ouvir uma dúvida, agora existem duas vozes em minha cabeça com dúvidas e apenas uma que acredita no sonho.

Não sei até que ponto você acredita em energias e vibrações, além dessa questão das vozes externas e internas que influenciam nossos sonhos, mas minha sábia mãe já dizia:

Não conte para ninguém, pois as pessoas têm inveja.

Deixo claro aqui que durante muito tempo não acreditei 100% nesse ensinamento da minha mamãe e talvez eu tivesse ido ao Egito se eu tivesse honrado o que ela me ensinou.

Mas como não existe nada certo ou errado e apenas aprendizados e, tudo é como deveria ser, desde o Egito eu resolvi seguir esse ensinamento da minha mamãe, não contar meus sonhos a não ser para quem sonha como eue carregar minha listinha.

Eu também tenho uma lousa aqui em casa que estão minhas intenções a curto prazo.

Assim como Bert Hellinger ensina.

Deixe o melhor acontecer e foque em objetivos de no máximo 3 meses, e é isso que faço.

Agora, vou compartilhar o pulo do gato que ouvi durante uma palestra online de Ryan Holiday, autor de vários bestsellers nos EUA. 

Ryan diz para não contarmos sobre nossos projetos, sonhosintenções pois quem fala, não faz.

Ele diz que é muito comum pessoas pedirem dicas para ele sobre marketing digital e lançamento de livros sem nem ter escrito uma página do livro que querem lançar.

Ao contarmos algo para alguém, aquela vontade, força, energia que existe dentro de nós, que eu chamo de impulso criativo e energia da realização, cessa.

Ao comentar, nosso cérebro não sabe a diferença do real e do irreal.

Sabe aquele experimento que fechamos os olhos e imaginamos um limão bem azedo dentro de nossa boca?

Se não conhece, faça isso:

Feche os olhos e pense em um limão dentro de seu boca, bem azedo, e você irá se surpreender ao perceber sua boca salivando ou você fazendo aquela cara deliteralmente, limão azedo. 

Portanto, não conte seus sonhos para ninguém. 

Em vez disso: FAÇA!

O mundo está cheio de gente falando de seus sonhos e poucos realizando, e aqueles que estão realizando não estão falando estão alcançando seu sucesso.

E aí?

O que você vai fazer hoje para alcançar seu sonho?

Que seja Belo.