As constelações familiares me trouxeram muitos questionamentos e percepções. Eu comecei a observar a vida, meus relacionamentos de uma forma diferente. Por exemplo: Você já reparou como as coisas podem “funcionar” da mesma maneira?

Por exemplo, se você entender os princípios de como uma escada funciona, vai entender o que fazer para poder subir. O Princípio da escada é que ela esteja posicionada em um solo firme. A escada também deve estar direcionada ao ponto onde você quer chegar. Em seguida, defina o tamanho do degrau que sua perna alcança.

Na sua vida, em todos aspectos da sua vida. Se você quiser “subir”, você pode considerar os mesmos princípios da escada. Esteja consciente e estabilizado onde você está hoje. Em seguida, direcione suas ações para alcançar um objetivo predeterminado antes de começar a dar os passos.

Lembre que cada degrau deve estar dentro dos limites que você alcança.

Outro ponto importante do princípio da escada é a dedicação e se estiver cansada, pare um pouco e respire, mas não volte para traz.

Para seus relacionamentos amorosos, aprendemos com as constelações familiares exatamente isso.

Reconheça que você já está “plantada” em um solo firme, pois tem um pai e uma mãe.

Bert Hellinger diz que “uma arvore nunca reclama onde foi plantada.” Caso a arvore reclame do solo, ela não será sustentada em sua vida e tão pouco terá frutos.

Caso você reclame ou exija algo além do que qualquer ser humano normal poderia ter feito, você também não será sustentada.

Seus pais são seu solo, seus nutrientes o que acontece com você são suas escolhas, o essencial você já recebeu e é o suficiente para você estar viva.

Depois de levar essa compreensão para seu coração que agora vibra apenas em gratidão e defina aonde você quer chegar com seu parceiro.

Essa é uma das chaves para relacionamentos amorosos conforme as constelações familiares: Objetivos em comum

Objetivos em comum, direcionar aonde quer ir, são essenciais para um casal. Assim como para uma escada.

Lembrando que existe um limite para cada passo do casal para subir e crescer cada vez mais. Aprenda com muita dedicação e respeito parando para respirar se necessário.

Outra dica importante é a ausência de controle respeitando que o acontece enquanto caminham não está em suas mãos. Plante a semente e confie que na hora certa o fruto virá e se não vir.

Assim como na escada, não ande para traz e tão pouco traga rancores do seu passado antes do início do seu relacionamento ou do seu passado dentro desse relacionamento.

O caminho é para cima e não para traz.

Bert também diz que Amar Significa: “Eu Renuncio ao controle”.

Até certo nível podemos controlar nossa carreira, nossos estudos, nossas finanças, mas, felizmente, sobre o outro e sobre o que você colhe não há controle.

Digo felizmente, pois assim crescemos. Crescemos ao perceber nossa pequenez perante o todo e assim, nos curvamos à realidade como ela é.

Caminhe, respire, direcione suas ações e agradeça que há alguém com você enquanto você oferece seu melhor e recebe o melhor do outro. E se não há alguém do seu lado?

Comece a caminhar com confiança na escada da sua vida, com seus objetivos.

A vida acontece caminhando.

Afinal, eu acredito que pessoas que estão caminhando são atraentes. As pessoas que se arriscam na busca de seus objetivos são extremamente atraentes. Elas são profundas e tem muito o que falar.

Como diria Anthony Robbins: “Aquilo que não está crescendo, está morrendo.” A probabilidade de alguém iniciar um relacionamento com quem esteja morrendo é muito baixa.

Quer saber mais lições sobre como subir na escada dos relacionamentos através das constelações familiares?