Quando Não Sabemos o Que Fazer da Vida Profissional

não sei o que fazer da vida profissional

Se tem uma queixa que todos nós sempre ouvimos é essa: “não sei o que fazer da vida profissional”.

Imagino que você já tenho ouvido algum amigo, colega ou familiar dizendo que não sabe o fazer, qual carreira seguir ou como se encontrar na vida profissional.

Quem sabe até você já tenha pensado isso ou esteja passando por um momento que não sabe ao certo que rumo tomar em relação à sua vida profissional.

Eu acredito que “se encontrar” na sua vida profissional está relacionado a descobrir seus talentos.

Mas quem sabe a visão que você tenha de “talentos”, seja um pouco diferente da que eu apresento nesse texto.

Então, te convido a continuar lendo e conferir minha visão e mais quatro dicas para descobrir seus talentos!

Não sei o que fazer da vida profissional

Eu frequentemente encontro pessoas comentando:

“Eu não sei quais são os meus Talentos”.

“Gostaria de ter mais clareza sobre minha vida profissional”.

“ Estou completamente perdido”.

Como eu só posso compartilhar algo que usei comigo mesmo eu geralmente compartilho a etimologia das palavras.

Entender a etimologia da palavra é uma possibilidade de podermos entender o que tal palavra significa.

Quando eu encontrei o significado da palavra talentos, eu fiquei impressionado e fez todo sentido.

A palavra talento vem do Grego: tálanton; do latim: talentu e significa moeda de ouro que vigorava como unidade monetária no Império Grego.

talento do grego tálanton, moeda de ouro usada para trocas

Assim sendo ter um talento significa ter algo a oferecer.

Quando eu ofereço essa minha “moeda de ouro“ eu recebo algo em troca.

Todos nós temos algo a oferecer.

Nossos talentos são formados por todas nossas ações e comportamentos que fazemos sem esforço.

Os talentos são ações que fazemos de uma maneira muito fácil.

As pessoas próximas simplesmente não entendem como você consegue fazer isso de uma maneira tão simples.

Em nossa sociedade é costumeiro não valorizarmos o que é feito de maneira simples.

Se for simples não tem valor.

Entender que se eu considero que o meu talento não é valorizado por mim, tão pouco ele será valorizado pelos outros e não receberei nada em troca em realizar e colocar em prática meus talentos.

Gostaria de compartilhar algumas dicas para você que se sente perdido e quer saber como ter clareza para sua vida profissional.

Dica Número 1 – Faça uma lista de coisas que você faz de maneira simples.

escreva seus talentos

Pense em tudo aquilo que você faz de uma maneira extremamente natural.

Enquanto você faz isso, você percebe que as pessoas simplesmente expressam gratidão àquilo que foi feito.

Tanto a gratidão em forma de palavras ou também um sorriso no rosto, uma expressão de agradecimento.

Como disse, só posso indicar uma possibilidade a partir de um processo que eu fiz comigo mesmo.

A lista abaixo é o que identifiquei como sendo meus talentos:

  • Comunicação;
  • Confiança;
  • Informalidade;
  • Participação;
  • Coletividade;
  • Determinação;
  • Resultado;
  • Iniciativa;
  • Satisfação;
  • Bom senso.

Outro objetivo em compartilhar essa lista é para você possa se identificar com alguns dos meus talentos e caso não se identifique, terá um bom direcionamento de como nossos talentos são expressos.

Dica Número 2 – Desenvolva comportamentos baseados em seus talentos.

Você sabia que nossos comportamentos determinam o local que vivemos?

Pense em uma casa suja, essa casa é suja, pois as pessoas que habitam lá, não desenvolveram ações, comportamentos que mantem a casa limpa.

Apenas a partir do momento que temos comportamentos constantes de manter e limpar a casa, é que a casa permanecerá limpa.

O comportamento de limpar a casa é o que determina o estado atual do ambiente.

Se você entrou em contato com sua lista de talentos, você já iluminou seu caminho sobre qual o próximo curso que você poderá participar para que seus talentos sejam potencializados.

iluminar

Um dos talentos que listei acima e que me chamou muito atenção, pois eu também não valorizava, era o poder da minha comunicação.

A partir da identificação desse talento, procurei cursos sobre comunicação eficiente, comunicação não violenta e PNL.

Confie também no poder da sua lista de talentos, confie que o que você faz bem é algo único sobre sua personalidade e que direcionado com novas habilidades, técnicas e conhecimentos, irá potencializar e até mesmo ajustar tudo aquilo que você já faz de maneira única e especial.

Dica Número 3 – Faça o seu melhor todos os dias.

Essa dica esta relacionada ao seu comportamento em relação às pessoas que estão próximas a você.

Não sugiro que não devemos nos permitir ter dias de mau humor e manter uma máscara de que sempre estamos bem o tempo todo.

Esse passo está relacionado ao que abre o caminho para que você possa expressar seus talentos, ou seja: A MANEIRA QUE VOCÊ TRATA O OUTRO.

Nos tempos de hoje é muito frequente a grande maioria das pessoas ter acesso a infinitos cursos disponíveis online.

A parte técnica pode ser aprimorada de maneira mais rápida ultimamente e o que nos diferencia e nos torna únicos e essências para a empresa que escolhemos trabalhar é a maneira que nos relacionamos.

Fazer nosso melhor está relacionado ao respeito com nós mesmos e aos que estão próximos a nós.

As técnicas e nível de conhecimento podem ser nivelados, mas a maneira que a colocamos em prática é o que te fará ser lembrado à próxima vez que precisarem de alguém que tenha estudado o mesmo que você.

Uma pergunta poderosa que recomendo é:

Se eu fosse meu chefe, eu me chamaria para um novo trabalho que possui como requisito básico a maneira que me relaciono com as pessoas?

Todas essas dicas são o processo que eu realizei comigo enquanto estava perdido e sem saber o que fazer da minha vida.

Saber nossos talentos e aprimora-los é com certeza um bom caminho para seguirmos enquanto nos relacionamos com todos os outros colegas de trabalho.

Existe uma frase do Chico Xavier que foi muito impactante quando a li.

Nosso trabalho é a maneira que Deus escolheu para que pudéssemos aprender a nos relacionar em situações adversas.

Dica Número 4 – Autoconhecimento

Caso ainda tenha dificuldade em realizar essas dicas, vou compartilhar uma outra possibilidade.

Essa possibilidade requer maturidade e a predisposição em entender que as pessoas que eu escolher estão apenas querendo nos ajudar.

Caso se sinta confortável e com um alto nível de maturidade.

Mande uma mensagem para aqueles que você mais tem contato e peça para listar 3 pontos positivos em relação a seus comportamentos e 3 pontos de melhoria.

Todas respostas serão como pontos de luz que irão iluminar um caminho de possibilidades quando não sabemos o que fazer.

Com o resultado dessas 3 dicas e a possibilidade da lista das pessoas que você mais tem contato, você irá ter mais clareza na próxima vez que não souber o que fazer.

Fez-me muito sentido eu dedicar meus esforços acadêmicos que estão relacionados aos meus talentos e a encontrar maneiras para me aprimorar enquanto ser humano. Dessa maneira aproximamos ainda mais nossa vida profissional da pessoal.

Caso também queira ir ainda mais profundo, recomendo um outro artigo meu:

Como Se Encontrar na Vida: Ligue o Seu Waze Interno!

Você conhece alguma outra dica para sabermos quais são nossos talentos?

Deixe seu comentário, faça seu melhor.

Talvez alguém precise exatamente daquilo que só você sabe oferecer.