Reiki É Vida [Por Viviane Felipe]

O Reiki é uma terapia energética por imposição de mãos.

Ela proporciona saúde e bem-estar porque revitaliza, harmoniza e reequilibra energias destoantes do corpo.

É um tratamento que coloca o paciente em estado meditativo o que pode ajudar a trazer mais consciência de seus sentimentos e emoções.

O Reiki também é uma terapia focada em resoluções.

Em uma sessão o paciente pode intencionar suas questões emocionais para lhe trazer maior clareza em suas soluções.

A palavra Reiki vem de:

REI = Energia universal

KI = Energia Vital

Temos energia percorrendo nosso corpo e alguns bloqueios nesse caminho podem ocasionar desequilíbrios que, em última análise, causam doenças.

Emoções bloqueadas e outros fatores podem causar esse desequilíbrio e então são somatizados em doenças em nosso corpo.

O Reiki tem várias formas de aplicação podendo abranger a todos que tenham necessidade dele, sendo, mesmo assim, uma terapia muito simples.

São várias as ferramentas a sua disposição, como por exemplo o Reiki a distância que trabalha com o paciente impossibilitado de estar presente no consultório.

Chamamos de Técnicas do Substituto.

Vamos a elas:

FOTO: A fotografia do paciente ausente o representa, então mandamos energia para a foto como se fosse o próprio paciente.

TÉCNICA DO JOELHO: O paciente é representado pelos joelhos do terapeuta, um joelho é sua parte frontal e o outro sua parte dorsal.

TÉCNICA DA CAIXA: Colocamos nome e data de nascimento do paciente que vai receber a energia como se fosse ele próprio em uma caixa com outros nomes.

Não há uma data específica de quanto tempo mandamos antes de substituir os nomes.

Vale por tempo indeterminado ou pela necessidade do paciente.

TÉCNICA DO CADERNO: Colocamos alguns dados do paciente em um papel.

Essa técnica é válida mais para o próprio reikiano que coloca ali objetivos claros em vários aspectos de sua vida.

Mas também colocamos alguns nomes de pacientes no caderno, em papéis separados como na técnica da caixa.

Temos ainda os princípios que regem a nossa conduta, não só para nós reikianos, mas para todos.

Os cinco princípios são além de condutas ou posturas, são reflexões para seguirmos na vida cotidiana.

Fazendo uma reflexão sobre eles percebemos o trabalho interno a ser feito com base neles; nossas posturas, atitudes e tudo o mais.

Deve-se levar em conta então que o trabalho a ser feito começa com quem temos mais próximo de nós, ou seja, nós mesmos.

Meditar em silêncio sobre os princípios.

Podemos encorajar o processo ao buscar intencionalmente a criação de uma perspectiva saudável e positiva praticando os Princípios.

A prática interna deles fará de nós seres humanos mais positivos.

São eles:

1. Só por hoje não me zango; o trabalho com a raiva, que é uma energia de força criativa e realizadora quando trabalhamos com ela de forma positiva.

Qual o antídoto para a raiva?

A paciência.

Um tanto difícil, mas a mente verdadeiramente paciente aceita as situações difíceis com tranquilidade e feliz.

A dificuldade vem quando julgamos que de alguma forma o outro agiu errado conosco, então justificamos a
raiva.

A paciência não significa esquecer e abafar a raiva, mas sim, perdoar.

A prática da paciência nos traz um processo de transformação genuíno.

2. Só por hoje sou grato; desenvolver um sentimento de gratidão em relação aos outros e ao lugar em que se vive descortina um verdadeiro tesouro em nossa mente.

Contar nossas bênçãos em vez de meditar sobre os problemas desenvolve contentamento.

Ele é um caminho do meio, silencioso, mas muito poderoso e sábio para a felicidade interna.

3. Só por hoje não se preocupe; muito da nossa vida é preenchido por preocupações.

Muito da nossa atenção e energia é perdida por carregarmos o peso do passado e nos preocuparmos com o “talvez” do futuro e perdemos o PRESENTE!!

4. Honre seus pais, idosos e mestres; pois eles têm muito a ensinar, inclusive sua sabedoria e experiências – e é através delas que encontramos equilíbrio para nosso dia a dia.

Honrar alguém não é colocá-lo num pedestal ou baixar nossa autoestima, mas é ser grato e respeitar e reconhecer suas qualidades.

Ao honrar e respeitar todas as formas de vida, reconhecemos e nutrimos o potencial individual de cada um para que sejam tudo o que podem ser.

5. Faça seu trabalho honestamente; trabalhe a sua compaixão, ela é guiada pela sabedoria.

A maior parte das pessoas parece ganhar a vida “honestamente”, mas podemos perceber que às vezes falta a honestidade consigo mesmas e com os outros.

Características internas não trabalhadas e talentos não compartilhados com os outros é uma desonestidade conosco e com os outros.

Então, isso é a maior honestidade de todas!!!

Agora vamos a uma outra ferramenta importante para o trabalho dos reikianos, os símbolos sagrados.

Eles têm funções específicas durante o tratamento de Reiki.

São eles:

1. CHO KU REI: ele é um dos símbolos mais utilizados no Reiki – é um símbolo de proteção, se diz ser também um dos símbolos mais sagrados do Reiki.

O CHO KU REI faz com que possamos nos conectar com o elemento terra, estabelecendo contato com o magnetismo do planeta.

2. SEI HE KI: este símbolo representa a harmonia das suas emoções negativas transformando-as em positivas.

Assim, esse símbolo ajuda a trazer à tona aspectos emocionais a serem trabalhados, harmonizando e transformando-os.

3. HON SHA ZE SHO NEM: muito usado para o envio de Reiki a distância.

Ele atua no corpo mental.

4. DAI KOO MIO: o símbolo proporciona muitas mudanças no paciente porque esse símbolo nos conecta com a força criadora do Universo.

Os símbolos não são meras ilustrações, eles atuam de forma consistente no tratamento da saúde e do bem-estar de todos.

Outra ferramenta importante do Reiki são seus pilares que nada mais são que elementos usados para a conexão do terapeuta com a energia Reiki.

São eles:

1. Gassho: meditação cuja finalidade é esvaziar e acalmar a nossa mente, “deixar o canal livre”, fortalecendo a nossa conexão com a energia Reiki – pode ser colocada uma intenção, o que no fundo estaremos a fazê-lo de coração.

A posição do Gassho é a de oração – mãos justapostas na altura do coração.

2. Reiji-Ho: oração para trazer a energia Reiki para dentro de nós; é colocada uma intenção, que será muito importante dado que irá orientar o decorrer da sessão; deve-se fazer o agradecimento.

​3. Chiryo: a própria sessão, devendo seguir-se as posições iniciais num tratamento total ou então a intuição, pelo tempo que for necessário.

Assim sendo, tivemos uma visão do que é o Reiki em suas várias facetas como terapia.

Ele é uma terapia que tem como objetivo principal atingir o maior número de pessoas, independente de distâncias e necessidades.

Todos podem se beneficiar dessa energia maravilhosa!!

Que o Reiki nos ensine sua intenção maior de nos conhecermos e nos transformarmos em seres conscientes.

NAMASTÊ!!